Como não entrar em pânico no fim do semestre

Todo semestre, todo mundo faz as mesmas coisas. A gente diz que dessa vez vai ser diferente, não vamos faltar aulas, vamos fazer tudo dentro do prazo, não vamos deixar nada pra última hora. No segundo mês, é claro, tudo já foi pelos ares e você de repente até trancou algumas matérias que viu que não iam ter jeito mesmo.

A insegurança no último mês do curso é inevitável. A lista de trabalhos e provas por fazer fazem parecer que a gente não sabe nada de nada e o desespero acaba atrapalhando mais do que qualquer outro fator. Mas calma, dá pra contornar isso, e nem é muito difícil. Você pode fazer várias coisas para se sentir mais em controle, então aqui vão algumas técnicas pra você tentar.


Faça uma lista das avaliações que faltam

Pegue papel e caneta, coloque uma música de superação dos anos 80, e deixe tudo que está se acumulando na sua cabeça sair. Faça uma lista de todas as aulas que você está fazendo e quais eram todas as avaliações previstas pra esse semestre e quantos pontos cada uma vale. Risque as que você já fez e coloque as datas das que você não fez.

Pronto, você conseguiu abrir espaço na sua mente para pensar em o que fazer, ao invés do quanto você tem que fazer. Conseguindo visualizar exatamente o que falta, numa listinha organizada, fica muito mais fácil acreditar que não é nada muito difícil de enfrentar.

Se quiser ir mais longe ainda, pegue cada avaliação e quebre ela em partes menores. Por exemplo, se você precisa entregar um trabalho de 12 páginas sobre um tema qualquer, quebre isso em pesquisar, criar tópicos, escrever cada parte, etc. Vá marcando essas tarefas quando for completando para acompanhar seu progresso e saber direitinho o tamanho sua lista de coisas a fazer.


Priorize

Você não vai se dar igualmente bem em todas as matérias. Tempo, perfil do professor, e outros fatores influenciam sua melhor nota possível, e não vale a pena ficar se matando tentando conseguir um 9 na aula de um professor que todo semestre não dá nenhuma nota maior que 7. Você também com certeza sabe quais matérias te interessam mais e quais não são pra você.

Conheça a reputação dos seus professores (*cof cof*) e considere sua facilidade com cada matéria até agora para tentar chutar com a melhor precisão possível qual o melhor resultado que você pode realisticamente alcançar em cada matéria. Depois disso, meça quanto tempo cada disciplina vai tomar e gaste seu tempo limitado da melhor maneira possível (talvez usando uma tabela de priorização?).


Tenhas metas realísticas

Você não vai fazer um trabalho longo digno de um 9 de um dia pro outro. Você não vai terminar aquele projeto em duas horas. Você não vai aprender a matéria das 4 aulas que você faltou nos 15 minutos antes do professor chegar. Nem tenta.

Se você priorizou as matérias às quais você vai se dedicar mais, não se apegue a metas irrealísticas para as que ficaram no fim da lista. Você provavelmente já está estudando e fazendo trabalhos há algum tempo, e sabe mais ou menos como você funciona: quanto tempo consegue se dedicar a uma tarefa antes de parar de absorver qualquer informação, quanto tempo precisa descansar, etc.

Não se cobre acima do seu possível e não faça seu planejamento sendo otimista demais. Imprevistos acontecem, e aquela pontinha de azar que faz as coisas darem errado quando você mais precisa vai estar sempre ali pra estregar seus planos se você não se prevenir. Estime sempre por cima quanto tempo você vai gastar em cada coisa, e sempre por baixo os resultados.


Faça uma lista de tudo que você não sabe

Gaste alguns minutos pra voltar àquela lista inicial das avaliações e pense bem sobre o que você devia saber e não sabe. Datas de entrega, formato de trabalho, se aquele seminário é individual ou em grupo, etc. Liste isso tudo em um pedaço de papel e depois corra atrás dessas informações.

Tente primeiro com seus amigos ou em grupos da faculdade, mas, se precisar perguntar pros professores, não tem problema. É melhor saberem que você estava mal informado e correu atrás do que aparecer com um power point quando era pra você entregar uma pesquisa escrita.


Janela do desespero

Essa dica na verdade vale pra vida em geral, mas é especialmente necessária no fim do semestre. Se permita 20 minutos por dia pra sentir todo o desespero e negatividade que você acumulou pensando sobre os trabalhos durante o dia. Só 20 minutos. Quando eles acabarem, você tem que se forçar a continuar fazendo o que tem que fazer e seguir em frente (até os próximos 20 minutos).


Divida seu foco

Você não precisa fazer um pouquinho de cada matéria todo dia. Divida os dias que você ainda tem até o fim do período, separando até duas matérias por dia para se concentrar. Assim você faz um pouquinho todo dia e gerencia seu tempo melhor.


Tire tempo para coisas boas!

Não importa o tamanho do desespero, nunca vale a pena entrar numa maratona sem controle de estudar até cair de sono. Saiba quais pequenas coisas te ajudam a relaxar e ficar mais leve, e tire tempo pra elas! Encontre com amigos, tire umas sonecas (você sabe que sonecas pós-textos acadêmicos são ótimas), coma balas como recompensa quando terminar um trabalho, escreva um post no seu blog semi-abandonado…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s