As minhas resoluções para 2017

Como eu falei ontem, eu sou uma grande defensora das resoluções de ano novo, desde que elas sejam usadas da maneira correta. Esse é o meu terceiro ano levando as resoluções mais a sério e até agora eu consegui atingir ou avançar significativamente nas minhas metas em todas as vezes que eu tentei.

Pra servir de exemplo de como aplicar os 5 passos pra realmente cumprir suas resoluções (e também pra eu ter uma cobrança extra na hora que a motivação falhar), vou deixar abaixo a minha listinha pra 2017.

Continuar lendo

Anúncios

Bullet Journal, pt. 5 – Hacks

Chegamos ao fim da semana do bullet journal, então é hora de falar sobre os hacks. Hacks, como eu falei no primeiro post, são todas as modificações da montagem original. A montagem simplificada, por exemplo, é um hack.

Os hack são super fáceis de achar por causa da natureza essencialmente colaborativa do bullet journal, e é praticamente impossível contar quantos existem. Eu separei 5 fáceis de fazer pra você começar a explorar essa parte do bullet journal. Ainda pretendo falar mais sobre hacks no futuro, então essa é só uma base pra começar.

Continuar lendo

Bullet Journal, pt. 4 – Customização acessível

Se você já tem a base pra montar seu bullet journal ou já mantém um há algum tempo, você pode sentir vontade de levar ele além do básico. Como a internet está cheia de modificações e decorações de todos os tipos, é muito fácil achar inspiração pra customizar sua agenda.

Mesmo assim, como a maioria das pessoas falando sobre o assunto são americanos com bastante acesso a marcas e materiais que não temos no Brasil ou que são muito caros por aqui, pode ficar parecendo que não dá pra fazer nada legal com o seu caderno. Felizmente, isso não é verdade. Enquanto é legal poder investir em materiais extras no futuro simplesmente pelo apego que você desenvolve pelo seu bullet journal, você não precisa de nada caro ou importado pra deixar sua agenda linda.

Continuar lendo

Bullet Journal, pt. 3: Mitos e manutenção

Apesar de já ter falado um pouco sobre isso nos dois primeiros posts da série, o que mais segura as pessoas na hora de fazer um bullet journal são os mitos que foram criados ao longo do tempo em volta desse método. Com a comunidade online de organização e estilo de vida sendo composta majoritariamente por pessoas com bastante dinheiro e tempo livre pra dedicar às suas agendas, fica parecendo que não dá pra ser bom nisso se você não tiver as mesmas condições.

No post de hoje vou abordar alguns mitos diretamente, além de dar dicas pra facilitar a manutenção do seu caderno. A manutenção também surge muito como ponto de preocupação antes de começar, principalmente por causa desses mitos, então achei que fazia sentido falar sobre os dois no mesmo lugar.

Continuar lendo

Bullet Journal, pt. 2: Tutorial de montagem

Ok, agora você já tem uma ideia do que é um Bullet Journal e pra que ele serve. Agora falta botar em prática. Não existe apenas uma forma de montar sua agenda, então vou falar sobre a base proposta por Ryder Carroll, o criador do sistema, e a versão simplificada dela.

O melhor é sempre começar pelo básico e não se preocupar com decoração e customizações pelo menos nos 2 primeiros meses ou até você decorar o sistema e ver o que funciona ou não pra você. A montagem (ou layout) tradicional é mais adequada pra quem precisa de uma visão ampla do ano inteiro e planejar coisas com antecedência. A (minha) versão simplificada é melhor pra quem só precisa se programar a curto prazo e quer deixar o sistema mais aberto para modificações.

Continuar lendo

Um pequeno update pessoal (e algumas perguntas)

Provavelmente em algum lugar do meu mapa astral está escrito que eu sou uma pessoa que quer abraçar o mundo, que começa vários projetos e termina poucos. Eu não sei onde, porque eu não sei nada sobre astrologia além dos estereótipos básicos de cada Sol que são essenciais pra entender o mínimo dos memes e conversas em um curso de ciências humanas, mas eu sei que está lá.

Juntando isso com o último post, sobre procrastinação estruturada, você pode ver como eu tenho um problema de disciplina, que fica ainda mais óbvio quando você percebe que, de acordo com o meu planejamento semanal, eu devia estar postando duas vezes por semana e às vezes não posto nada por várias semanas. Só que eu estou testando essa coisa nova onde eu sou mais gentil comigo mesma e tentando não me cobrar demais, então disciplina não tem sido um foco atualmente.

Continuar lendo